Rádio Mix Ermesinde – As Melhores Musicas Tocam Aqui

menu x
menu x

NOTÍCIAS

Vai nascer um supermercado nas instalações da antiga Fábrica Sá em Ermesinde

Câmara diz que fachada e chaminé serão preservadas em nome da memória e da história daquele local

As instalações da antiga de Fiação e Tecidos de Sá, em Ermesinde, vão dar lugar a um supermercado da insígnia espanhola Mercadona, que está em processo de expansão em Portugal. Há já demolições em curso no terreno.

O vereador responsável pelo Licenciamento de Obras adiantou, esta segunda-feira, em Assembleia Municipal, que a Câmara Municipal de Valongo foi abordada pela Mercadona para a construção de um supermercado naquele local. “O que eles propunham cumpre o que o Plano Director Municipal permite para aquela zona, mas foram colocadas algumas condicionantes para a construção, desde logo a preservação da fachada e a preservação da chaminé, dois elementos arquitectónicos de maior relevância que mostram o que foi aquela fábrica”, sustentou Paulo Esteves Ferreira.

Segundo o autarca, a fachada da antiga fábrica vai ficar retirada da fachada do supermercado. “A fachada vai ser reabilitada e ficará afastada da parede do supermercado para dar-lhe uma relevância acrescida. Atrás dessa fachada queremos colocar uns painéis a contar a história daquela fábrica e aquilo que representou para a cidade de Ermesinde”, adiantou. As demolições já estão a decorrer e foi pedido um estudo de tráfego, estando ainda o município em fase de aprovação do projecto de especialidades.

Contactada, a Mercadona confirma o investimento naquele local, mas não adianta para já datas de construção ou de abertura da loja, nem postos de trabalho a criar. Recorde-se que a Mercadona abriu já quatro lojas em Portugal – Vila Nova de Gaia, Maia, Matosinhos e Gondomar. Até ao final do ano devem abrir mais quatro supermercados. Segundo a empresa, desde 2016 até 2018 foi realizado um investimento de 160 milhões de euros no nosso país, sendo a previsão para 2019 de 100 milhões de euros. Conta já com mil colaboradores portugueses.

A Fábrica de Fiação e Tecidos de Sá foi construída no início do século XX e manteve-se em laboração até meados da segunda metade desse mesmo século. Empregou centenas de pessoas. Estava abandonada há vários anos.

PUBLICIDADE

b7